Saúde e Vida

COVID-19 E OS ANIMAIS

SUSANA FERREIRA Os Coronavírus pertencem à família Coronaviridae. Os alfa e beta coronavírus geralmente infectam mamíferos, enquanto os gama e delta coronavírus geralmente infectam pássaros e peixes. O coronavírus canino, que pode causar diarreia leve, e o coronavírus felino, que pode causar peritonite infecciosa felina (PIF), são ambos alfa-coronavírus. Esses coronavírus não estão associados ao actual surto de coronavírus. Em relação à questão levantada sobre se o COVID-19 pode acometer
Saúde e Vida

VAMOS TRAVAR AS INFEÇÕES DENTÁRIAS

Sandra Sampaio Infeção: é a invasão dos nossos tecidos por organismos capazes de provocar alterações (doenças) mais a reação dos nossos tecidos e as toxinas produzidas. As infeções dentárias acontecem por má saúde oral. A sua principal causa é bacteriana. A má higienização causa um aumento de bactérias, que produzem um ácido corrosivo do esmalte dentário, causando cáries. Estas normalmente produzem sintomas como: febre, dor, aparecimento de pus, vermelhidão, inchaço
Saúde e Vida

HPV NA CAVIDADE ORAL

Carla Guimarães Cardoso Quando falamos em HPV e vacina não pensamos em otorrino mas os benefícios da vacinação vão muito mais além. O Papilomavírus Humano, ou HPV tornou-se conhecido pela sua associação ao cancro do colo do útero e discussão sobre a inclusão da vacina no Plano Nacional de Vacinação e sua extensão aos indivíduos do sexo masculino. Contudo, as suas manifestações podem ter outras localizações. Estão descritas lesões na
Saúde e Vida

TOXINA BOTULÍNICA: O QUE É, PARA QUE SERVE E PORQUE SE TRANSFORMOU NO TRATAMENTO ESTÉTICO MAIS REALIZADO EM TODO O MUNDO?

Paulo Morais Médico dermatologista no Hospital da Luz Clínica de Amarante (Amarante), Ponte Saúde (Amarante), Trofa Saúde Hospital em Alfena (Valongo) e Braga Sul (Braga), Clínica Fisioskin (Porto) e Excelis Saúde (Lamego) A toxina botulínica (TB) é uma neurotoxina produzida por uma bactéria, o Clostridium botulinum. Existem sete tipos “clássicos” da toxina (A a G), mas apenas o tipo A – o mais potente – está aprovado para fins terapêuticos
Saúde e Vida

QUANDO A MICÇÃO PASSA A CONTA-GOTAS

José Castro O tempo, quer queiramos ou não vai passar por todos nós.  Efetivamente, para além do propósito de vida, realização e evolução pessoal que cada um já alcançou e lhe dá a perceção de Felicidade, o corpo físico vai obviamente acusar desgaste! Infelizmente, não faltam “peças” onde esse desgaste seja evidente! A próstata, que tantos benefícios e prazer proporcionou, começa lentamente a aumentar e a ser suscetível de infeções. Quando os resultados
Saúde e Vida

O QUE PODE A CERA FAZER AOS SEUS OUVIDOS

Carla Guimarães Cardoso A cera é, em última análise uma consequência do local em que é produzida. O canal auditivo externo é o único local do nosso corpo em que uma cavidade em fundo de saco, isto é, sem separação do orifiício de entrada do orifício de saída é revestida por pele. Assim, os agentes externos responsáveis pela remoção da camada superficial de células mortas da nossa pele não actuam
Saúde e Vida

SE COMER A SOPA TODA POSSO IR BRINCAR?

Clara Matos É um bom princípio que o seu filho se habitue a comer tudo o que lhe coloca no prato mas, para evitar birras desnecessárias (no imediato) e doenças como a obesidade (no futuro), deve ter o cuidado de o servir apenas nas quantidades ajustadas às suas necessidades. Assegurado o “comer tudo”, outro bom princípio é habituar as crianças a “comer de tudo”, permitindo apenas uma ou outra exceção
Saúde e Vida

FACTOS E CURIOSIDADES SOBRE A PELE – PARTE II

Paulo Morais Parte I 51. Quanto mais velha a pessoa, menos ela sua. Os homens podem suar até duas vezes mais do que as mulheres. 52. Pelo suor podemos detetar doenças. O “teste do suor” permite detetar uma doença genética chamada fibrose cística. 53. Os arrepios são uma forma do nosso corpo reduzir a sensação de frio e ajudar a reter uma camada de ar quente sobre o corpo. Quando
Saúde e Vida

QUANDO UM SOM PODE SER UM PERIGO PARA OS SEUS OUVIDOS

Carla Cardoso A exposição ao ruído é a causa evitável mais comum de surdez. Estima-se que 12% da população mundial pode sofrer uma perda auditiva pela exposição ao ruído. A Organização Mundial de Saúde calcula que 1/3 de todas as perdas auditivas pode ser atribuído ao trauma provocado pelo ruído. Estas perdas são sempre neuro-sensoriais (atingem a parte interna do ouvido) e geralmente bilaterais e simétricas. A perda não é
Saúde e Vida

RELEMBRAR A SAÚDE MENTAL

Isabel Pinto da Costa A doença mental pode estar relacionada com fatores de ordem biológica, tudo que a pessoa traz ao nascer e que a torna vulnerável à doença; ou psicológica ,experiências vitais e modelos relacionais que aumentam a vulnerabilidade à doença mental ou social, situação traumática que afeta profundamente a pessoa e a partir da qual se desencadeia a doença. Assim sendo, a doença mental não tem uma causa